terça-feira, 26 de março de 2013

Reintegração de posse: faltou justiça no Iguatemi



Reintegração de posse

O terreno que era baldio
O povo sem medo ocupou
De sol a sol construiu
A casa que sempre sonhou

O proprietário não gostou do viu
E a posse na justiça buscou
O nobre despacho serviu
Para o cão de guarda bastou

O povo inconformado reagiu
A força e a coragem buscou
Paus e pedras na mão reuniu
Contra a violência revidou

Armado o cão de guarda vil
Tiros e bombas disparou
Reintegração de posse cumpriu
Mas justiça mesmo faltou

                 - Ruivo Lopes


Tropas da polícia militar cumprem violentamente a ordem de reintegração de posse emitida pela justiça paulista nesta terça-feira (26). Há um ano,  mais de 700 famílias ocuparam o terreno baldio no Iguatemi, na zona leste de SP, e construíram casas para morar. Após algumas famílias terem feito a mudança dos móveis, as tropas da pm terem disparado tiros de borracha e bombas de gás, algumas casas terem sido demolidas, a prefeitura conseguiu paralizar e prorrogar a reintegração de posse na justiça para o cadastramento emergêncial das famílias expulsas do terreno. O futuro das famílias ainda é incerto.

2 comentários:

Germano Gonçalves disse...

A luta pela terra desde os tempos do Brasil colonia, ou melhor, desde 1500 e a única justiça que temos é a divina porque a dos homens aqui da terra é assim, ignorância pura com bombas e desrespeito ao cidadão de direito, valeu!

Ruivo Lopes disse...

A concentração de terra no campo e de solo nas cidades são horanças malditas da formação do Brasil. É preciso enfrentar o problema, afinal, a terra é do povo, não é deus nem do diabo!